fbpx

Carta para H.O.

My dear Osborne: Duas semanas atrás, durante uma caminhada até o supermercado, uma vespa infiltrou-se na camada mais funda de minha consciência. E ficou zanzando − zumbizando zo…
Tchekhov incendiário

Tchekhov incendiário

O russo Anton Tchekhov (1860-1904) escreveu 180 contos. Muitos deles foram considerados, por muita gente boa que habita e habitou esta Terra, obras-primas do gênero. Em “Como e p…
Ei, você!

Ei, você!

Todo mundo guarda na sua biblioteca particular um livro que virou sua cabeça do avesso. O meu furacão literário é “Se um viajante numa noite de inverno” (1979, Companhia das Letras…
BALBINA

BALBINA

Por Plínio Camillo Guaraná revigora e traz firmeza nas ideias. Balbina, perante a Inquisição, apesar de ser e negra cafuzada, jurou que não era feiticeira. Andiroba cicatriza o c…