fbpx

Poema constante no livro “Um clitóris encostado na eternidade”, de Matheus Arcaro, editora Patuá, 2019.
Ilustração: Ubirajara Junior

É insuportável
não sentir
a dor do mundo.

A incompletude
inunda a vida
de tal modo
que o pasmo
esconde o rosto
sob o silêncio do instante.

A fresta de cada frase
o hiato do amor
o vácuo do olhar
engolido a seco.

Todos os sentimentos
acumulados na curva da alma:
lama tóxica que enrijece
a dança do tempo.

@matheus_arcaro

#vidadeescritor#literatura#escrita#leitura#plataforma#escritacriativa#critica#mentoria#oficinaliteraria#coletivo